Buscador de Noticias Mundial. La mas completa informacion para todos los usuarios en todos los idiomas.



Jovem fica sem útero após parto, e família acusa médico

Melina perdeu o útero após parto. Foto: Reprodução / Facebook

Melina perdeu o útero após parto. Foto: Reprodução / Facebook

A realização de um sonho acabou se tornando um pesadelo para a vendedora Melina Rodrigues, de 22 anos. Ela deu à luz há 15 dias a seus filhos gêmeos Júlia e Miguel, mas teve hemorragia durante o parto no Hospital Estadual Infantil e Maternidade de Vila Velha (Himaba) e ficou internada por sete dias. Um dia depois de receber alta, Melina sentiu fortes dores e febre de 40 graus e teve de correr para o hospital.

Segundo a família, assistentes sociais do local disseram que a jovem teve uma infecção grave porque médicos teriam deixado em sua barriga peças perfurantes durante o parto, e ela teve de passar por uma cirurgia e retirar o útero.

A mãe de Melina, a cozinheira Maria Raimunda Rodrigues, 40, contou que na última sexta-feira (19) a filha foi para o centro cirúrgico. “Eu não estava entendendo por que a minha filha tinha voltado para fazer cirurgia. Ninguém me explicava nada. Quando ela saiu da cirurgia, os médicos disseram que era uma infecção gravíssima no útero e precisaram retirá-lo. Por erro médico, minha filha não vai mais poder ter filhos.”

Maria Raimunda, mãe de Melina, com os netos. Foto: Thiago Coutinho

Maria Raimunda, mãe de Melina, com os netos. Foto: Thiago Coutinho

Maria contou que procurou uma assistente social do hospital para entender o que houve. “Ela me disse que deixaram peças perfurantes dentro da minha filha, entre outras coisas. O ultrassom mostrou isso. E disse ainda que foi perfurado o fígado, intestino e o útero dela.”

Os médicos disseram à Maria que Melina precisava de uma vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na sexta-feira passada. “E só hoje (quarta) conseguiram, porque eu fui na Defensoria Pública pedir ajuda. Na segunda-feira (22), eu pedi os documentos dela, mas não quiseram me dar, só consegui hoje (quarta-feira).”

Maria afirmou que a filha está em estado grave e afirma que houve outros erros. “Levaram minha filha no domingo para o Bezerra de Faria para fazer exames e o hospital não fez nenhum exame nela, porque o Himaba não tinha enviado os documentos dela junto. Além disso, quem costurou a minha filha foram médicos ‘estagiários’, não sei se residentes ou universitários, e o médico responsável não estava lá.”

No domingo (21), Melina pediu orações em seu perfil no Facebook. “Gente, orem por mim. Por negligência médica já perdi uma parte do meu corpo”, publicou.

Na noite de quarta, ela foi transferida para o Hospital Estadual Dório Silva, na Serra.

Kelly Kalle

Confira a reportagem completa no Jornal A Tribuna

FUENTE:

http://www.tribunaonline.com.br/jovem-fica-sem-utero-apos-parto-e-familia-acusa-medico/