Buscador de Noticias Mundial. La mas completa informacion para todos los usuarios en todos los idiomas.



Empresas desafiam a crise e podem gerar 11 mil novos empregos no Estado

O diretor da Apoio Engenharia, Giuliano Martins, informou que a expectativa é de que o empreendimento seja instalado em Linhares, no Norte do Estado. Foto: Divulgação

Desafiando a crise econômica, 35 empresas anunciaram investimentos no Estado e a abertura de mais de
11 mil empregos diretos. Os projetos estão previstos para os próximos três anos. Alguns já entram em operação até o final deste ano.

A indústria química do grupo italiano Geofin, por exemplo, será instalada na região de Chapada Grande, na Serra, e irá atuar na produção de resina para exportação. Na construção, serão investidos R$ 50 milhões.

A nova planta industrial vai empregar 60 profissionais, mas tem potencial para abrir 80 vagas quando estiver funcionando com a capacidade plena.

Outro empreendimento é a fábrica da Indústria Capixaba de Chocolate, com investimento de R$ 7,6 milhões. A previsão é de empregar cerca de 50 profissionais das áreas de administração, vendas, produção e laboratório.

“Estamos muito felizes com essa iniciativa, que será de grande importância para a Serra e para o Estado, já que irá desenvolver várias cadeias produtivas locais”, disse o secretário de Desenvolvimento da Serra, Paulo Menegueli.

A Transzilli vai implantar um centro de distribuição frigorífico na rodovia Darly Santos, em Vila Velha. A empresa é goiana e vai abrir 200 empregos.

O proprietário da Transzilli, Osvaldo Zilli, falou que o investimento é de R$ 20 milhões. Ele disse que a empresa está aguardando a escrituração para iniciar o projeto.

O prefeito de Cariacica, Geraldo Luzia de Oliveira Junior, o Juninho, anunciou empreendimentos, como de reciclagem e distribuidora de combustíveis.

Já o secretário de Desenvolvimento Econômico e Urbano de Linhares, Luiz Fernando Lorenzoni, também destacou os negócios que estão chegando ao município.

Trabalho com siderurgia: inovações para atender diferentes mercados. Foto: Marcelo Andrade/Arquivo

Empresários estão otimistas
com ampliação do Orçamento

Com o anúncio do governo do Estado de ampliar em mais de 4% o Orçamento para o próximo ano, as empresas estão confiantes em realizar grandes investimentos em terras capixabas. O presidente da Brametal, Rui Luiz Scotti, é um dos investidores que se demonstrou confiante com a novidade do governo do Espírito Santo.

Scotti disse que ainda este ano a Brametal, uma fabricante de estruturas metálicas para geração e transmissão de energia e telecomunicações, vai construir uma nova unidade em Linhares voltada para fabricação de postes metálicos e placas fotovoltaicas.

“Somos de Santa Catarina, no Sul do País. Estamos aqui há 17 anos. O governo do Estado sempre honrou com seus compromissos conosco, proporcionando maior credibilidade junto ao mercado de investidores”, afirmou Scotti.

O diretor da Apoio Engenharia, e responsável pelo desenvolvimento de negócios, Giuliano Martins, disse que os projetos previstos para o Espírito Santo a partir do ano que vem, na área de óleo e gás, atraíram a vinda da empresa, que é do Rio Grande do Sul, para o Estado.

Para suprir o mercado, ele explicou que a empresa vem apostando em inovação e tecnologia para atender os setores de óleo e gás, e também os mercados de mineração e siderurgia.

O secretário de Projetos e Empreendedorismo de Guarapari, Edgar Behle, afirmou que desde o ano passado percebeu um crescimento na procura de investidores de empresas de outros estados. “Há empresários do Rio de Janeiro e do Nordeste querendo abrir empresas no Espírito Santo”, salientou.

 

Eliane Proscholdt e Milena Martins

FUENTE:

http://www.tribunaonline.com.br/empresas-desafiam-a-crise-e-podem-gerar-11-mil-novos-empregos-no-estado/