Buscador de Noticias Mundial. La mas completa informacion para todos los usuarios en todos los idiomas.



“Essa mulher é igual chumbinho”, diz acusado de matar namorado da ex-mulher

Um ano após o crime, um auxiliar de expedição de 21 anos confessou que matou o frentista Ericsson Elias Barreto, 18 anos, namorado da ex-mulher, no Dia dos Namorados. O auxiliar justificou: “fiz para me defender”.

O crime aconteceu no dia 12 de junho de 2016, em Planalto Serrano, Serra, às 2h30. Em frente à casa da ex-mulher, o acusado descarregou um tambor de revólver, com seis munições, na vítima. Recarregou e atirou mais seis vezes.

Segundo o acusado, após descobrir que a ex-mulher, com quem se casou e teve dois filhos, o estava traindo com Ericsson, foi tirar satisfação com o frentista. a partir desse momento, os dois passaram a se ameaçar mutuamente até o dia em que Jaime decidiu executar o rival.

Depois de matar Ericsson e atingir a ex-mulher, que ele alega que não sabia que estava no veículo, Jaime fugiu para a Bahia. Há 2 meses, ele veio para casa de parentes em Guarapari, onde acabou preso enquanto almoçava na casa de uma tia.

Em outro imóvel, onde ele estava vivendo, a polícia encontrou uma espingarda calibre 12 que ele alega ter trazido da Bahia para se defender, porque sabia que os amigos de Ericsson queriam matá-lo.

Agora ele foi preso por força de um mandado de prisão preventiva e é réu pelo homicídio consumado do frentista e pela tentativa de homicídio contra a ex, todos os dois qualificados por motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima. “Só tenho a dizer que essa mulher é igual chumbinho. Todos os ex-namorados dela estão mortos, só tem eu vivo, mas estou preso”, desabafou o réu em entrevista à Reportagem de A Tribuna.

 

Rafael Louzada

FUENTE:

https://www.tribunaonline.com.br/essa-mulher-e-igual-chumbinho-diz-acusado-de-matar-namorado-da-ex-mulher/