Buscador de Noticias Mundial. La mas completa informacion para todos los usuarios en todos los idiomas.



Três mil reais por um pé-de-moleque estragado

pé de moleque

Foto: Reprodução

Uma moradora de Vila Velha deve ser indenizada em R$ 3 mil após sofrer intoxicação alimentar causada pelo consumo de pé-de-moleque estragado. O supermercado aonde o produto foi adquirido deve ainda ressarcir a consumidora em R$ 4,99, valor pago pelo doce.

De acordo com a consumidora, o doce foi ingerido após o jantar e causou cólica abdominal, que foi agravada por um desarranjo intestinal, cerca de três horas após ingestão. Com o mal estar, a requerente resolveu analisar o alimento, detectando a presença de corpos estranhos como teias e larvas.

Em sua defesa, o supermercado alegou que a responsabilidade seria do fabricante e não do comerciante. Porém, para o magistrado da 9º Vara Cível, em casos de acidente de consumo, basta que o consumidor faça prova do dano ocorrido e haja relação de causalidade entre o produto adquirido e o dano.

Segundo o juiz, ainda que não exista laudo técnico para demonstrar a existência de corpo estranho no alimento, ficou comprovado, pelas fotos e pelo boletim de ocorrência apresentados, que o produto em questão estava impróprio para consumo, contendo corpos estranhos.

“Como se depreende dos autos, houve danos concretos à saúde da autora, fazendo ela jus à compensação financeira em face das consequências resultantes do consumo do produto, que continha um corpo estranho, as quais, por certo, ultrapassam o mero dissabor ou aborrecimento, bem como a restituição do valor pago pelo consumidor” concluiu o magistrado.

FUENTE:

https://www.tribunaonline.com.br/tres-mil-reais-por-um-pe-de-moleque-estragado/