Buscador de Noticias Mundial. La mas completa informacion para todos los usuarios en todos los idiomas.



Sogro de médica assassinada responde por outro homicídio

Esperidião Carlos Frasson, 71 anos, foi preso nesta quinta-feira (21) por suspeita de ser um mandante do assassinato de sua nora, a médica Milena Gottardi, que ocorreu no Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes (Hucam) na quinta-feira (14).

Além dessa acusação, Esperidião é acusado de ter participação em outro homicídio. Ele teria ajudado o sobrinho Vander Antônio Frasson a contratar duas pessoas que mataram Osmar Alves de Britto.

De acordo com o processo, a vítima morava com a ex-esposa de Vander. O processo teve início em 2003, mas a denúncia foi acatada em 7 de agosto de 2013 pelo juiz Alexandre Pacheco Carreira, da 4ª Vara Criminal de Cariacica.

Na denúncia, promovida pelo Ministério Público do Espírito Santo (MPES), consta que a motivação do crime foi o fato de Vander Antônio ter tido desavenças com Osmar.

A reportagem de A Tribuna teve acesso ao processo por meio do portal do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES). Segundo as informações da decisão de acolhimento da denúncia, Vander Antônio pediu ajuda ao tio, Esperidião, que teria envolvido uma terceira pessoa no caso, Wellington Pedroni Moro, para contratar os executores do então namorado da ex-esposa.

Conforme a denúncia, Renato Carlos Gottarde e Victor André de Azevedo Paiva (já falecido) receberam R$ 2,5 mil, cada um, para irem à casa da vítima, simulando a contratação de um serviço.

O último andamento do processo, segundo a relação que consta no portal do TJES, aconteceu na última quarta-feira, quando os advogados dos réus foram intimados a apresentarem as alegações finais. Após as alegações da defesa, o juiz dará a sentença, indicando se os réus vão a júri ou não.

Em outro processo que tramita na 4ª Vara Criminal da Serra, Esperidião foi indiciado sob a acusação de integrar um grupo de extermínios, formado por policiais militares que agia nos municípios da Serra e de Fundão, mas não virou réu.

Com informações de Eduardo Alencar

FUENTE:

https://www.tribunaonline.com.br/sogro-de-medica-assassinada-responde-por-outro-homicidio/